A ORCRIM EM AÇÃO! JAQUES WAGNER MISTUROU GOVERNO DA BAHIA COMOAS

JOÃO PEDRO PITOMBO, jornalista da Folha revela nesta quinta, 14 de janeiro, como Jaques Wagner,  Ministro Chefe da Casa Civil e até poucos dias Ministro da Defesa  – e os comandantes militares não perguntaram a segunda seção sobre a ficha corrida do dito cujo – fez do governo da Bahia uma passarela criminosa.  Permitiu que a “quadrilha” da OAS tomasse de assalto o controle do setor de infra-estrutura do seu governo. Definitivamente Jaques Wagner perdeu todas as condições políticas e morais de permanecer à frente da Casa Civil da Presidência da República.

“Nomeado pelo então governador da Bahia Jaques Wagner (PT) para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado, Manuel Ribeiro Filho, ex-diretor da OAS, foi o responsável pela licitação de uma obra de R$ 584 milhões vencida pela própria construtora.

Ribeiro Filho assumiu o cargo no governo baiano em janeiro de 2014 e dois meses depois concluiu a licitação que deu à OAS a implantação da Linha Vermelha –obra que inclui a construção da avenida 29 de março e duplicação da avenida Orlando Gomes, em Salvador.

As ligações do hoje ministro da Casa Civil com a empresa estão sob investigação da Operação Lava Jato.

Mensagens de texto do ex-presidente e sócio da OAS José Aldemário Pinheiro, o Léo Pinheiro, indicam que Wagner tratou de doações para a campanha do PT em Salvador em 2012. O então candidato, Nelson Pelegrino, recebeu R$ 850 mil da empresa.

Continue lendo  em –  http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/01/1729325-ex-diretor-da-oas-tocou-obra-da-empreiteira-na-ba-em-gestao-wagner.shtml

convite-facebook