VENEZUELA EM CONVULSÃO! MILITARES SE MOVIMENTAM PARAAPEARMADURO DO PODER!

Os militares venezuelanos que integram  a Frente Militar Institucional (FIM) emitiram uma carta aos Secretários-Gerais das Nações Unidas e da OEA, e aos membros do parlamento da União Europeia, onde pedem que seja declarada “suspeita” a  decisão do governo venezuelano em impedir  a presença de observadores internacionais nas eleições parlamentares de 6 de Dezembro. Isso é fato, uma vez que o ex-Ministro da Defesa e Presidente do STF, Nelson Jobim foi impedido de viajar a Venezuela na condição de observador.

Diz o grupo de militares contrários a Maduro: “Vemos com grande preocupação o uso oportunista das instituições públicas para tentar influenciar os resultados das eleições legislativas que ocorrem no próximo 06 de dezembro. O  Sr. Nicolas Maduro ,  no dia  12 de outubro fez declarações repercutidas  no rádio e na TV, onde afirmou:  “Vamos ganhar as eleições”!

Alertam os militares que as pesquisas eleitorais mostram uma enorme rejeição popular ao governo de Maduro, chegando a índices próximos de 87 por cento em favor da oposição.