DILMADOMINAMINISTRO DO STF E COBRA A CONTA DANOMEAÇÃO

Poucas palavras bastam para demonstrar o PODER  que a Presidente da República exerce ou “pensa” exercer sobre um de seus “nomeados” para ocupar uma das cadeiras no Supremo Tribunal Federal. Na tumultuada reunião palaciana, em 26 de junho, dia que antecedeu seu embarque para a viagem oficial aos Estados Unidos, a Presidente cobrou do Ministro da Justiça, Zé Cardozo,  uma atitude que em tese, não foi tomada…

“Você não poderia ter pedido ao Teori [Zavascki] para aguardar quatro ou cinco dias para homologar a delação?”, perguntou, referindo-se ao ministro que conduz os processos da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal). 

Se entende agora porque o outro “nomeado” o Ministro Ricardo  Levandowski, Presidente do STF saiu “correndo” do Brasil para se encontrar “clandestinamente” com Dilma em Portugal,  antes da decolagem da Presidente para a Rússia…

dilma e lavandowski

Que lamentável!

Joaquim Barbosa tinha razão quando disse: “vocês ainda não sabem o que vai acontecer:  vai piorar muito”.

convite-facebook