DILMA! O FIM MELANCÓLICO DE UM GOVERNO MERGULHADO NA CORRUPÇÃO.

BOM DIA!  O editor do blog Cristalvox deseja a todos um bom final de semana, cheio de esperança e acreditando que o Brasil ainda possui JUÍZES que fazem cumprir a Constituição. Que os militares profissionais se limitem a sua missão estatuída nos arts. 142 e 143 e que um pequeno grupo de parlamentares sejam capazes de construir uma transição democrática tranquila, já que o governo de Dilma e do PT ACABOU…

O painel do Jornal a Folha de São Paulo já trata do “assunto DILMA” como fato consumado. Tanto no Congresso Nacional como na Justiça Eleitoral uma solução menos traumática para a nação já está sendo articulada. Ela virá entre agosto e setembro. Não existe mais esperança no governo liderado pela presidente Dilma. Sua administração não começou no segundo mandato por arte e obra da sua “aloprada” equipe política. Leia-se Lula e José Dirceu que agiram nos bastidores o tempo todo..

Eis o conteúdo do painel da folha deste sábado…

Bloco na rua As principais lideranças da oposição e do PMDB discutem abertamente dois caminhos possíveis para deflagrar, já em agosto, movimento para forçar a queda de Dilma Rousseff. De um lado estão os que defendem a cassação da chapa Dilma-Michel Temer no TSE e a convocação de novas eleições em três meses. Do outro, o grupo que defende uma “saída Itamar”, com processo de impeachment contra a presidente. Nesse caso, Temer assumiria um governo de “repactuação nacional”.

Grupo 1 Entre os que apostam na saída TSE está a ala do PSDB ligada a Aécio Neves (MG), que acredita que o senador venceria nova eleição graças ao recall de 2014.

Costura Aécio e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que assumiria a Presidência por 90 dias caso a Justiça Eleitoral cassasse Dilma, conversaram várias vezes sobre os cenários da crise nas últimas semanas.

Soft A ala dos que avaliam que a melhor saída institucional seria Temer assumir o governo engloba o PMDB do Senado, ministros de tribunais superiores, juristas e tucanos como o senador José Serra.

No voto Ministros do TSE dizem que o tribunal é majoritariamente favorável à convocação de novas eleições em caso de cassação da chapa. Eles descartam a possibilidade de Aécio, segundo colocado, assumir sem novo pleito.

convite-facebook