ATENTADO CONTRA O LÍDER DO MBL À CAMINHO DE BRASÍLIA? FALA INOCENTE! TEORIA DA CONSPIRAÇÃO?

Acidente provoca o atropelamento de manifestantes na BR-060, em Goiás

Motorista bêbado bateu contra carro, que atingiu jovens no acostamento.
Feridos participavam de marcha contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Paula Resende   Do G1 GO

Um acidente entre dois veículos provocou o atropelamento de dois jovens às margens da BR-060, em Alexânia, no Entorno do Distrito Federal,  por volta das 19h de sábado (23). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os feridos integram o Movimento Brasil Livre (MBL) e participavam de marcha contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Em nota divulgada nas redes sociais, o MBL informa que um dos líderes do movimento, Kim Kataguiri, 19 anos, e Amanda, 28, foram atingidos. O coordenador do movimento, Renan Santos, gravou um vídeo pedindo apoio para os feridos.

kim

unidade de saúde informou, na manhã deste domingo (24), que ela está consciente e tem estado regular. Apesar de a polícia afirmar que Kim também foi levado ao hospital, o Huana negou a informação.

A PRF informou ao G1 que a colisão foi provocada pelo motorista de uma Chevrolet S-10, que colidiu na traseira de um Chevrolet Corsa, que seguia no mesmo sentido, de Abadiânia para Alexânia. Com a batida, o carro atingiu os manifestantes que caminhavam no acostamento da BR-060.

O motorista da caminhonete, de 49 anos, estava embriagado. Segundo a PRF, o teste de alcoolemia apontou 0,67 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelo condutor.

No vídeo divulgado pelo MBL, Santos destaca a embriaguêz do condutor da caminhonete. “Ele estava com o dobro do nível alcoólico necessário para ser preso e por sorte ele atingiu o carro e não o pessoal que estava marchando”, diz. O motorista foi preso e encaminhado à delegacia de Abadiânia.

Marcha
Integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) saíram no dia 24 de abril de São Paulo com o objetivo de chegar até Brasília. Dentre outras reivindicações, a Marcha pela Liberdade em Defesa da República pede o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Durante o percurso, os manifestantes fazem eventos de mobilização pelas cidades que passam. A expectativa é de que eles cheguem a Brasília em 27 de maio.

convite-facebook